Tudo sobre a carta de crédito

24 de abril de 2020 / blog

Tudo sobre a carta de crédito

A participação em um consórcio funciona da seguinte maneira: Adquirindo uma cota se torna parte de um grupo. Pagamentos mensais serão realizados de acordo com as especificações do plano adquirido.

 

Nas reuniões, chamadas de assembleias, há os sorteios e as ofertas de lances que permitem a contemplação de um ou mais participantes do grupo do consórcio, que poderão utilizar os recursos para comprar o bem. Esses recursos são reunidos na forma da carta de crédito, que nada mais é do que uma espécie de instrumento financeiro.

 

Sendo assim, a carta de credito é o valor que um determinado consórcio oferece para a contratação do serviço ou compra do bem especificado. Por exemplo: uma pessoa que faz um consórcio no valor de R$ 300.000,00, tem uma carta de crédito nesse valor para usar conforme estabelecido em contrato.

 

Ela é, portanto, o valor que garante que a pessoa contemplada adquira o bem desejado por meio do consórcio. O seu funcionamento tem como objetivo estabelecer segurança tanto para quem compra quanto para a administradora do negócio, garantindo que tudo aconteça como o previsto.

 

O maior beneficio da carta de credito é que ela oferece grande poder de negociação para quem opta pelo consórcio. Como equivale a pagamento à vista, há maior possibilidade de obter descontos e vantagens na hora da compra ou contratação, amenizando com isso todos os juros e taxas embutidas no consórcio.

 

 

Como Funciona a Carta de Crédito

 

Sendo considerada como um instrumento financeiro, a carta de credito funciona de maneira diferente da compra à vista por si só. Seu funcionamento depende de uma sequencia de eventos e alguns dos fatores mais importantes que estão relacionados a ela incluem: Seleção do seu valor: Seu funcionamento inicia justamente com a definição do seu valor.

 

Antes de adquirir uma cota contemplada, o participante deve definir qual é o valor que ele deseja e, ainda mais importante, qual a quantia que ele pode pagar, mediante sua renda financeira. Fatores como estes vão depender do tempo do consórcio e da renda do participante. O ideal é que o valor da parcela não comprometa mais do que 30% da sua renda mensal, contribuindo para a segurança financeira do próprio participante.

 

Entretanto, não é necessário comprovar renda no momento da adesão. Então, para evitar dores de cabeça futuras é importante ter em mente esse fator do rendimento, evitando problemas com o não pagamento ou perda da participação por falta de pagamento.

 

Antes de ser contemplado é possível modificar esse valor quando o consórcio já está em andamento. Quem observa que não consegue pagar as parcelas de um determinado valor, pode reduzir a carta de crédito de modo que caiba no seu bolso. De modo oposto, quem pode e deseja pagar um pouco mais, pode estender o seu limite.

 

Entretanto, esse é um caso especial e que deve ser tratado com a administradora, certificando que essa é uma situação possível de ser executada, sem prejuízo do próprio ou dos demais participantes do grupo.

 

 

Para Carta de Crédito há a Necessidade de Contemplação

 

A carta de crédito só é liberada para um participante do grupo de consórcio quando há a contemplação. Para que isso aconteça, há duas possibilidades: ser sorteado ou vencer o lance na ocasiação do sorteio na assembleia.

 

Enquanto o sorteio depende da sorte, oferecer o maior lance é uma possibilidade para quem quer adquirir o bem mais rapidamente. Quanto maior o lance, maior probabilidade de contemplação. Nesse cado, quem quiser acelerar o processo de contemplação por meio dos lances vai precisar agir de maneira bastante estratégica para conseguir dar o lance maior.

 

O ideal é juntar o máximo de dinheiro possível para o lance, ou esperar períodos do ano em que sejam menos movimentados e em que os consorciados tenham menos recursos para oferecer de uma só vez. Evitar fim de ano, onde as pessoas recebem décimos terceiros salários, e assim por diante... Do contrário, é necessário esperar ser sorteado mesmo, ou pagar todas as parcelas durante o tempo previsto de todo o consórcio e retirar o seu direito.

 

Uma vez que haja contemplação, o participante pode solicitar a liberação da carta de crédito, mas ela não acontece de modo imediato. Somente quando o valor estiver liberado é que ele pode ser utilizado para fazer a aquisição do bem desejado e estabelecido em contrato, então, isso também deve ser levado em consideração.

 

 

Para Carta de Crédito há a Aquisição Indireta

 

Por falar na aquisição é preciso notar que quanto ao funcionamento, a carta de credito promove uma aquisição indireta. Significa que o valor é, na realidade, utilizado pela administradora para adquirir o bem desejado.

 

Com isso, o valor não cai diretamente na conta do contemplado, mas sim é utilizado para fazer o que ele deseja. Essa medida é importante para evitar que os recursos sejam utilizados para bens distintos daqueles contratados.

 

 

Força do Pagamento à Vista na Carta de Crédito

 

Se por um lado, o contemplado não pode fazer a aquisição de maneira direta do bem ou serviço, por outro ele ganha poder de negociação com a carta de credito contemplada. Devido a sua liquidez, é possível fazer negociações com descontos e/ou mais vantajosas.

 

Como há riscos menores para quem vende, a oferta de dinheiro vivo e do valor integral a vista normalmente os descontos são vantajosos e o interesse de quem vende é maior.

Mais Dicas Pra Você

Consórcio: como funciona?

Consórcio: como funciona?

Consórcios são uma das maneiras mais buscadas de conquistar bens e serviços. Casa própria, carro na garagem, viagem dos sonhos, esses são apenas alguns objetivos que levam pessoas a buscar por eles. Conheça o consórcio e saiba como ele pode te ajudar a adquirir bens e serviços de maneira simples e acessível.

Consórcios: como participar?

Consórcios: como participar?

Consórcios são, hoje, uma das principais formas de adquirir bens e serviços, ampliando patrimônios e realizando desejos com flexibilidade. Por meio de um grupo de consórcio, é possível parcelar integralmente um bem, servindo como uma poupança para compra. Descubra o que é necessário para fazer parte de um grupo de consórcio.

O que é a carta de crédito?

O que é a carta de crédito?

Consórcios funcionam com base em pagamentos de parcelas e são a maneira mais simples de adquirir bens e serviços atualmente. Com a contemplação, o consorciado passa a ter acesso à carta de crédito. Mas o que é ela, exatamente? Veja aqui tudo o que precisa saber.

Como o consórcio contemplado pode ser utilizado?

Como o consórcio contemplado pode ser utilizado?

Muitas pessoas não buscam por consórcio por não saberem, exatamente, que tipo de aquisições podem ser feitas com eles. Conheça os tipos de consórcio existente e saiba qual buscar para adquirir o que você deseja.

Consórcio contemplado: como comprar?

Consórcio contemplado: como comprar?

Se participar de um consórcio já é lucrativo para os consorciados, a compra de cotas já contempladas pode ser uma oportunidade única. A compra de cartas de crédito contempladas é uma opção ainda melhor. Oferece todos os benefícios de um consórcio, mas com o valor já disponível para uso.

Contemplado São Paulo © 2011 - 2021 | Marketing Digital por SunsetWeb

Fale com nosso atendimento

Clique para chamar no WhatsApp