Quanto investir em um consórcio contemplado?

06 de abril de 2019 / blog

Quanto investir em um consórcio contemplado?

Você está em busca de realizar um sonho e deseja comprar um consórcio contemplado, mas não sabe como tomar as melhores decisões sobre quanto pagar por mês. Essa é a realidade de muitas pessoas que desejam participar de um grupo de consórcio.

 

Consórcios contemplados imobiliários e consórcios de veículos podem ser uma ótima forma de adquirir um bem desejado. No entanto, fazer um bom negócio e aproveitar os benefícios de um consórcio depende de responsabilidade e planejamento. Sem se organizar corretamente, além de pagar juros e ter problemas com inadimplência, você coloca em risco o sonho de outras pessoas.

 

Mas como decidir se e como investir em consórcio contemplado? Veja aqui como definir valores de parcelas e saber se é a melhor opção para você.

 

Consórcio contemplado: por que investir?

 

O que é um consórcio já não é novidade. Esse modelo de investimento colaborativo é muito conhecido como uma forma de, em grupo e por meio de parcelas mensais, poupar o dinheiro para adquirir um bem ou serviço. Os sorteios e lances mensais, assim, são uma forma de antecipar, por meio da contemplação, o valor que será pago, permitindo a compra à vista antes do fim do consórcio.

 

Investir em um consórcio e decidir entre um grupo que está começando ou um consórcio contemplado, assim, depende da sua necessidade em ter o bem ou serviço em um prazo específico.

 

Para quem precisa ter uma casa ou carro em mãos imediatamente não é bom recorrer a um consórcio que está começando. Isso por que ele terá que aguardar a contemplação para fazer uma aquisição. No entanto, adquirindo um consórcio contemplado é possível adquirir o bem ou serviço na hora que a compra é oficializada.

 

Além de considerar o fator tempo, comprar um consórcio contemplado depende, também, do seu orçamento mensal. Mas como calcular e saber se as parcelas vão caber no seu bolso?

 

Como as parcelas do consórcio são calculadas?

 

Decidir entrar em um consórcio depende de saber se você conseguirá pagar as parcelas. No caso do consórcio contemplado é necessário lembrar que existe uma entrada a ser paga e custos de transferência. Parcelas altas demais podem prejudicar seu orçamento e, caso não pague ou atrase parcelas, torna-lo inadimplente, prejudicando a você e aos outros membros do grupo de consórcio.

 

Quanto investir em um consórcio contemplado

 

Para ter controle é preciso saber como são calculadas as parcelas de um consórcio. Elas são consideradas a partir de 4 itens: fundo comum, taxa de administração, fundo de reserva e seguro.

 

Fundo comum

 

Esse é o valor que os consorciados pagam para construir um montante que será utilizado na aquisição de bens pelos consorciados do grupo. Esse valor é dividido mensalmente por meio do cálculo de um percentual (%) do valor do crédito contratado.

 

Taxa de administração

 

É o valor pago pelos serviços que a administradora presta para os consorciados. Cada administradora estipula o percentual que receberá do grupo de consórcio do qual cuida. Esse valor é apresentado em contrato.

 

Fundo de reserva

 

Para garantir que o grupo passe sem problemas por inadimplências e que todo mês ao menos um consorciado seja contemplado, é estabelecido o fundo de reserva. É um valor separado apenas para emergências que afetem o andamento do grupo de consórcio, como um calção.

 

Seguro

 

É um benefício estabelecido para garantir a quitação do valor do consórcio em caso de invalidez ou morte.

 

Todos esses valores são apresentados antes mesmo do consorciado assinar o contrato de adesão. Assim, você pode analisar cada um desses elementos com calma e ter certeza de que tomará a melhor decisão

 

Parcela de consórcio: como escolher a melhor para você?

 

Escolher um plano de consórcio com parcelas que caibam no seu bolso começa com o seu orçamento mensal. De nada adianta assumir esse compromisso se não sobrar dinheiro suficiente para bancar suas outras necessidades. O ideal é que a parcela do seu consórcio nunca ultrapasse 30% da sua renda mensal. Quanto menor a porcentagem melhor.

 

Ao verificar esses 30% lembre-se de considerar um valor mais alto, antecipando-se aos possíveis reajustes de parcelas do consórcio. Inflação e outros fatores econômicos interferem no valor do bem, o que altera o valor da carta de crédito para que a aquisição seja possível e, consequentemente, o valor da parcela. Esses reajustes existem como uma forma de garantir que todos os consorciados possam adquirir o bem ou serviço pelo qual entraram no grupo.

 

Levando em consideração seu orçamento, possíveis variações e as emergências pessoais que possam surgir, basta procurar um plano que corresponda ao valor que você consegue dispor mensalmente.

Mais Dicas Pra Você

Consórcio: como funciona?

Consórcio: como funciona?

Consórcios são uma das maneiras mais buscadas de conquistar bens e serviços. Casa própria, carro na garagem, viagem dos sonhos, esses são apenas alguns objetivos que levam pessoas a buscar por eles. Conheça o consórcio e saiba como ele pode te ajudar a adquirir bens e serviços de maneira simples e acessível.

Consórcios: como participar?

Consórcios: como participar?

Consórcios são, hoje, uma das principais formas de adquirir bens e serviços, ampliando patrimônios e realizando desejos com flexibilidade. Por meio de um grupo de consórcio, é possível parcelar integralmente um bem, servindo como uma poupança para compra. Descubra o que é necessário para fazer parte de um grupo de consórcio.

O que é a carta de crédito?

O que é a carta de crédito?

Consórcios funcionam com base em pagamentos de parcelas e são a maneira mais simples de adquirir bens e serviços atualmente. Com a contemplação, o consorciado passa a ter acesso à carta de crédito. Mas o que é ela, exatamente? Veja aqui tudo o que precisa saber.

Como o consórcio contemplado pode ser utilizado?

Como o consórcio contemplado pode ser utilizado?

Muitas pessoas não buscam por consórcio por não saberem, exatamente, que tipo de aquisições podem ser feitas com eles. Conheça os tipos de consórcio existente e saiba qual buscar para adquirir o que você deseja.

Consórcio contemplado: como comprar?

Consórcio contemplado: como comprar?

Se participar de um consórcio já é lucrativo para os consorciados, a compra de cotas já contempladas pode ser uma oportunidade única. A compra de cartas de crédito contempladas é uma opção ainda melhor. Oferece todos os benefícios de um consórcio, mas com o valor já disponível para uso.

Contemplado São Paulo © 2011 - 2021 | Marketing Digital por SunsetWeb

Fale com nosso atendimento

Clique para chamar no WhatsApp